Raquel
Terto

Rio de Janeiro – RJ – Brasil

1.jfif

Graduada em História e Mestre em Mídia e Cotidiano ambos pela UFF (Universidade Federal Fluminense.) com a dissertação “Corpos femininos e narrativas simbólicas afro-brasileiras: cotidianidade e (re) existências nas produções audiovisuais do Coletivo Mulheres de Pedra de Guaratiba”.

Foi integrante dos grupos de pesquisas MULTIS (Núcleo de Estudos e Experimentações do Audiovisual e Multimídia), LABHOI (Laboratório de História Oral e

Imagem/Rede de Pesquisa) e LaPA (Laboratório de Pesquisas Aplicadas do Programa de Pós-Graduação em Mídia e Cotidiano - PPGMC).  Suas áreas de pesquisa são: coletivos, identidades, cultura negra, movimentos sociais, movimento negro, cinema, história oral e documentário.

 

Séries

Recentemente encerrou a sala de uma série de ficção para a Disney/ Star+. Uma comédia de costumes, young adult, onde começou como assistente e terminou como roteirista.

Atuou como assistente de sala para séries da Globoplay na Formata, Paramount & Amazon na Glaz e da HBO na Gullane, além de uma sala do Multishow na Panorâmica.

Foi colaboradora da produtora “Volta” para uma série de ficção, drama, e atuou como roteirista da série “Personagens Negros Acadêmicos da UFRJ” de Giovana Xavier.

  

Prêmios

1º lugar de projeto de curta-metragem de ficção, drama no “Gira de Projetos  Zózimo Bulbul”, 2020-2021 com co autoria do projeto “Doce de Tacho”, inspirado nos contos de Conceição Evaristo, selecionado por executivos e diretores da Netflix e Telecine. 

Teve seu projeto “No axé, eu vou”, comédia familiar, sitcom, 05x30min selecionado pelo “Série Lab” para sessões de doctoring em 2021.

 

Cinema

Escreveu os curtas “O menino e a Cafifa” além de “Adeus e os Orixás”, ambos em desenvolvimento.

 

Projetos autorais

Cria e desenvolve projetos autorais - para mais informações, consulte a agência.

 

Outros  

Foi curadora do laboratório de projetos de série para o ROTA – Festival de Roteiro Audiovisual em 2022, além das curadorias que já fez para o Cabíria Festival, sendo em 2022 para séries de ficção e 2021 para séries de não ficção.

Atuou também como membro do Júri da Mostra de Curtas do “Fade To Black Festival” em 2021.

 

Formação

É formada em em Roteiro pela AIC e Centro Afro Carioca e em direção de fotografia pelo Centro Afro Carioca de Cinema Zózimo Bulbul e pelo  Ateliê Bucareste (SP), além de ter feito diversos cursos livres na área, entre eles:

“Netflix +stage 23 present: How to write comedy scripts for streaming television on-demad”, com Vijal Patel.

“Construção de personagens”, com Lorenna Montenegro, Navega.

“Da beat sheet à escaleta: como estruturar seu roteiro de longa ou série”, com Lu Menezes, Roteiraria,

“Cinema brasileiro: colonialidade e resistências”, master class de Michel Carvalho, bem como seu curso da Roteiraria “A construção de personagens”.

“Roteiro de animação com foco no público infantil”, Gabriella Mancini.

“Cinema africano pela descolonização das telas”, por Janaina e Ficini.